Você sabe o que é Design Thinking?

Data: 12/07/2016 Autor: Felipe Zimmermann Arruda Categoria: Design Visualizacoes: 346
img/landsdig_blognovo/256_post_438.jpg

Como já falamos anteriormente em alguns artigos aqui no blog, a definição de design é “projeto”, tem que ter um significado e comunicar algo, e não é saber utilizar o Photoshop, Illustrator, Blender, Gimp ou o Paint do Windows. 

Com base nisso vamos ao Design Thinking, que é um processo iterativo centrado no ser humano e suas etapas devem ser experienciadas e recombinadas de acordo com o seu desafio. Então, estude o passo a passo mas não fique preso a ele. Como toda boa abordagem para a inovação, o “Design Thinking” parte sempre da realidade de cada caso.

Desejada por empreendedores, por quase todas as startups, e cada vez mais utilizada por grandes organizações, instituições e governos, hoje considera-se design thinking não uma nova metodologia, mas uma abordagem cheia de princípios, modelos mentais e ferramentas que não necessariamente são novas, mas que busca transformar uma cultura para que seja orientada pelo design.

Pode ser compreendido pelas seguintes etapas:

Imersão
Dividida em duas partes, preliminar e em profundidade, é quando uma equipe se aproxima de um problema, a partir das mais diversas perspectivas e pontos de vistas. Nessa fase, os mais diversos atores do processo são identificados, além do escopos e limites de um projeto, fornecendo insumos para a fase seguinte, a de imersão em profundidade.

Análise e síntese
Os dados coletados na fase de imersão, organizados em cartões de insights, devem ser submetidos a uma fase de análise e síntese, de forma a serem organizadas e criar padrões identificáveis, dentro de uma lógica que permita a compreensão do problema em questão. Nessa etapa, várias ferramentas podem ser usadas como cartões de insight, diagramas de afinidades (organização com base em afinidades, similaridades, dependências ou proximidades, gerando um organograma), mapas mentais (visualização gráfica, construída para organizar dados coletados em trabalho de campo), critérios norteadores (diretrizes balizadores do projeto), etc.

Ideação
É a fase onde o perfil de um público alvo é definido, daqueles que serão “servidos” pelas soluções criadas, a partir de ideias inovadoras para um tema do projeto em questão. Para tal, utiliza-se como insumo a síntese criadas a partir das fases anteriores. Nessa fase, além da equipe multidisciplinar envolvida em todo o projeto, outro sujeitos são incluídos como usuários (público) e profissionais da área em questão, de forma a obter várias perspectivas e um resultado mais rico e diverso.

Nessa fase, brainstormings são realizadas, além de sessões de co-criação com o público e profissionais da área, gerando ideias que serão capturadas. Aqui ideias ousadas são bem-vindas, de forma que se evita qualquer julgamento de valores. Por isso o senso crítico não pode inibir os sujeitos envolvidos, sendo promovido apenas para o debate de ideias, falaremos mais sobre brainstorm em um próximo artigo.

Prototipação ou prototipagem
É o momento que ideias abstratas ganham conteúdo formal e material, de forma a representar a realidade capturada e propiciar a validação de todo o conteúdo apreendido. E apesar de ser apresentado como fase final do processo de design thinking, ele pode permear todo projeto, de forma a acontecer simultaneamente com a imersão, análise e síntese, e ideação. Nessa fase que as soluções inovadoras devem ser criadas, criando oportunidades de negócios, no caso de uma empresa.

Teste e evolução
Nesta fase é quando as soluções devem ser apresentadas a outras pessoas. Utilize uma espécie de para recolher opiniões das pessoas que irão utilizar

O que podemos perceber, é que essa forma de “gourmetização” do Design,  é onde reunimos toda a capacidade criativa, antes usada para desenhar novos produtos, para agora desenhar novas soluções de negócios, entre elas a forma como esses produtos são usados ou que valor representam. A Lands Agência Web utiliza em seus processos o Design Thinking, entre em contato conosco para saber mais.